Um estudo desenvolvido em 2010 no ILAPEO (Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico), pelo então estudante Fabrício Bovo e sob coordenação da Professora Doutora Ana Paula Bassi, concluiu que fumar aumenta o risco de insucesso de tratamentos de implantes dentários.

Osseointegração

A osseointegração é a integração sólida e permanente entre o osso e uma peça de metal que lhe seja fixada. Este fenômeno, bem conhecido e que consiste no crescimento do osso em volta da superfície do metal, permite a aplicação da técnica de implante dentário. O metal passa a estar tão firmemente ligado ao osso que é como se fosse uma extensão do mesmo.

A principal falha de implantes dentários acontece quando a osseointegração não se verifica. O implante permanece sempre um corpo estranho ao corpo.

O estudo

Fabrício Bovo analisou 274 casos de pacientes que receberam tratamento de implante dentário entre 2002 e 2009, sendo 15% deles fumantes. 941 implantes foram colocados e, desses, uma porcentagem de 4,35% foi perdida. Bovo verificou então que, entre esses implantes perdidos, 39% eram relativos aos pacientes fumantes.

Se apenas 15% dos pacientes fumavam mas 39% dos casos de perda de implante aconteciam nesses pacientes, parece lógico tirar a conclusão que o risco aumenta.

Conclusão indireta

O investigador alerta para as insuficiências de seu próprio estudo. Sem uma análise detalhada das condições em que cada um desses implantes caiu, é algo abusivo estabelecer uma correlação entre os dois fatos.

Entretanto, e para o grande público, esta investigação vem reforçar a ideia de que o tabagismo tem um conjunto de riscos associados. Principalmente por via da conclusão “indireta”. Ainda que a perda dos implantes não esteja diretamente relacionada com o tabaco, pode estar com alguns dos problemas causados pelo tabaco. Sendo bem conhecido que o estado geral de saúde e de resistência de um organismo diminui após exposição prolongada às substâncias do tabaco, é provável que a resistência e flexibilidade dos tecidos ósseos diminua.